Gombrich não morreu.

Só foi descoisificado.

Há apenas arte.

A.M.: Mais uma pergunta, professor. O que o senhor pensa da nova tendência de estudar a História da Arte da mulher?

Gombrich: Nada.

A.M: Terrível resposta…

Gombrich: Não penso nada, porque nós simplesmente não sabemos nada. Veja: há muitas tapeçarias, coisas muito belas, feitas na Idade Média. Como se pode dizer se foram feitas por homens ou mulheres? Não se sabe. Não tem sentido. E não importa. Se eu ligo o rádio e ouço alguém tocando algo muito bem, não posso dizer se é homem ou mulher. Não tem o menor sentido, é irrelevante. Na literatura também, como saber em alguns casos? Jane Austen, por exemplo, sabemos que era mulher. Mas, Georges Sand poderia não ter sido mulher, ela inclusive tentou não ser. É algo que não posso realmente conceber. Não há uma arte da mulher. Há apenas arte.

(Arte-Educação: Leituras no Subsolo)

E um ótimo fim de mês da mulher pra todos vocês, menstruantes ou não.

Só faltam os robôs gigantes o/

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ah gente, não resisti aos zumbis da Jane… <3 Pô, zumbis!

 

Anúncios

Uma resposta para “Há apenas arte.

  1. Geroto 31/03/2011 às 17:02

    Porque tudo fica melhor com robos gigantes e zumbis!!! Tudo!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: